Google Pay agora permite usar débito para compras on-line

Google Pay agora permite usar débito para compras on-line

Função nova do Google tornará possível comprar em lojas parceiras sem a necessidade de ter cartão de crédito ou pagar por boleto.

Escritório do Google em São Paulo. — Foto: Thiago Lavado/G1
Escritório do Google em São Paulo. — Foto: Thiago Lavado/G1

Google anunciou nesta segunda-feira (14) que está expandindo os cartões que são aceitos no aplicativo de pagamentos Google Pay. A partir de hoje, o usuário poderá escolher, no momento do pagamento de uma compra on-line, se quer pagar no débito ou no crédito.

Com essa opção, é possível comprar na internet sem ter que pagar com boletos ou cartões de crédito.

A novidade vale para sites e aplicativos que aceitam o Google Pay como forma de pagamento e para cartões que têm uma ou ambas funções — crédito e débito.

Neste início de projeto, o número de parceiros ainda é limitado, mas o Google aposta em um processo de adesão simples para atrair mais lojas e aplicativos.

Antes do anúncio, era possível usar cartão de débito para pagar com o Google Pay, mas somente na forma de pagamento sem contato em uma loja física, com a aproximação do celular que conta com um chip NFC.

De acordo com João Felix, líder de operações do Google Pay na América Latina, o Brasil é um mercado prioritário para o Google, que vê no país parte da estratégia de alcançar o próximo 1 bilhão de usuários.

Dados apresentados por Felix mostram que das 110 milhões de pessoas que têm conta bancária no Brasil, apenas 50 milhões têm acesso a cartão múltiplo, com funções débito e crédito. Os outros 60 milhões de bancarizados contam apenas com cartão de débito. “É uma solução focada nessas pessoas, para simplificar a experiência de compra no débito”, disse.

A Apple já permitia o pagamento com débito no Apple Pay, para compras em aplicativos e no navegador Safari. A função também depende de bancos, operadoras de cartões e parceiros.

Google agora pergunta "crédito ou débito?" durante as compras na internet. — Foto: Divulgação/Google
Google agora pergunta “crédito ou débito?” durante as compras na internet. — Foto: Divulgação/Google

Segurança no pagamento

Segundo a empresa, o índice de fraudes nesse tipo de operação é significativamente menor. Porque a transação é intermediada pelo Google Pay e o número de cartão não é compartilhado com a loja que recebe o pagamento.

“Enviamos um número de conta virtual para representar as informações da sua conta, e assim, os detalhes ficam seguros”, explica Felix.

O pagamento usa a senha do celular ou autenticação biométrica e não precisa da senha do cartão.

A segurança é feita por uma etapa única de autorização junto ao banco, que guarda uma validação de identidade no celular para substituir a senha da conta nas próximas utilizações e funciona apenas com o aparelho cadastrado na conta Google.

Vale para a Black Friday

Varejistas on-line que quiserem instalar a funcionalidade em seus sites podem disponibilizar a função para clientes ainda antes da Black Friday, que acontece no final de novembro. “Além de ser tecnicamente simples, não precisa de contrato e não tem custo”, disse Felix.

De acordo com ele, as pessoas que não contam com cartão de crédito, acabam pagando com boletos bancários quando precisam comprar algo na internet. Mas isso é um problema para lojistas, que acabam reservando produtos para boletos que não são pagos. Com isso, essas compras nunca são entregues e geram encalhe.

Na Black Friday do ano passado, 50% dos boletos não foram pagos, segundo dados apresentados pelo Google.

Fonte: https://g1.globo.com/economia/tecnologia/noticia/2019/10/14/google-pay-agora-permite-usar-debito-para-compras-on-line.ghtml

Back to Top